Equipamentos de reconhecimento facial são instalados na Ponte da Amizade

Agora que o governo avisou, a bandidagem que costumeiramente usa a Ponte da Amizade para circular com liberdade entre os dois países, já pode mudar de hábitos. A fiscalização na Ponte da Amizade deixa de ser aleatória

Uma parceria entre Receita Federal, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT) quer tornar o monitoramento na região de fronteira entre Brasil e Paraguai mais tecnológico. O programa “Fronteira Tech” vai usar inteligência artificial para combater crimes e identificar suspeitos.

O sistema que identifica veículos com registro de furto/roubo, é antigo e funciona perfeitamente desde 2009. O equipamento identifica o automóvel e emite um alerta. O mesmo vai ocorrer com a identificação de suspeitos, cujos dados já constam no banco da polícia.

O investimento para aquisição, instalação e operação dos equipamentos e softwares é de R$ 5 milhões. O lançamento do programa “Fronteira Tech” será na próxima segunda-feira (16), às 14h30, na Aduana da Ponte Internacional da Amizade.


Na entrada e na saída da Aduana da Receita Federal e ao longo da Ponte da Amizade, 70 equipamentos inteligentes estão sendo instalados. Os instrumentos vão fazer o reconhecimento facial de pessoas que circulam pela região e identificar placas de veículos.

0 Reviews

Write a Review

Cidade em Foco

Leitura Anterior

Governador libera recursos para ambulância para Santa Cecília do Pavão solicitada pelo deputado Cobra Repórter

Ler Próximo

VICE-PREFEITO PAULO VIETZE ASSUME EXECUTIVO POR 30 DIAS

Deixe uma Resposta

Open chat
1
Olá,
Como podemos ajudar?
Powered by
Share via
Copy link
Powered by Social Snap